Histórico
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 23/07/2006 a 29/07/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 20/11/2005 a 26/11/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Apenas Meus Poemas
 Blog do Tubão
 Blogless
 Cantinho da Carol
 Cantinho de uma Mente Perturbada
 Daniela
 Diário da Tina
 Elegias & Tristes Poesias
 Escrevinhadores
 Fala Poética
 Força do Amor
 Idéias Grafadas
 Jacqueline
 Kall
 La Vie en Rose
 Letras Descompassadas
 Mata Hari & 007
 Meio da Ponte
 O Mundo de Penélope Charmosa
 Pequenos Textos Bucólicos
 Perfumaria
 Pétalas de Mulher
 Poemeu
 Scarface Sampa
 Semeando Palavras
 Templo das Almas
 Tristes Elegias
 Vale da Solidão
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
 
Poemas, Poesias e Elegias - Tomo I


Alquimia

ALQUIMIA

José Infante Néto

 

Escrevi um poema

e você o leu,

e me entendeu,

e se interessou por meus versos,

achando-os complexos,

mas cheios de sentido.

Porque há algo escondido

nos versos, nas estrofes,

há algo escrito para que te toque,

para nos sonhos te encontrar,

para nos sonhos se revelar,

e assim te dominar...

Há algo para você

escrito em cada poesia,

uma certa alquimia,

quando me vem a inspiração

e eu sinto essa insana paixão

do teu para o meu coração!

 

É mais uma poesia da série "sinistro"!

Bom final de semana a todos! Segunda estou de volta. VaLeU!



Escrito por Aqueta às 08:06
[ ] [ envie esta mensagem ]



Duas almas

No amor, essa história de um saber exatamente o que o outro está pensando, ou adivinhar o que quer sem que seja dito, entender as entrelinhas da poesia e por aí vai... Às vezes a combinação entre duas pessoas que se amam é tanta que mesmo a idéia de almas gêmeas me é difícil de crer...

 

DUAS ALMAS

José Infante Néto

 

Duas almas,

que só se encontram à noite,

às escuras,

e escondidas da razão

se entregam à louca paixão

que as domina febrilmente...

 

Duas almas,

que fazem dos seus sonhos

pedaços de suas próprias vidas,

dando vazão aos mais íntimos desejos

de carícias, afagos, ardentes beijos,

por vezes deixando-os transparecer sutilmente...

 

Somente duas almas

sentindo as mesmas coisas,

pensando do mesmo jeito...

Duas almas gêmeas...

Ou seria uma mesma alma

habitando dois corpos?

 



Escrito por Aqueta às 09:27
[ ] [ envie esta mensagem ]



Qual musa?

Ainda falando sobre poemas, poesias e musas, hoje vou postar duas poesias, só para ser um pouco diferente:

 

QUAL MUSA?

José Infante Néto

 

Como perguntar

qual musa a me inspirar?

A musa aí está,

refletida em meu olhar!

 

És a minha fada,

és a minha princesa,

és a minha musa,

és a minha deusa.

 

Tens olhar que contagia,

a tua tristeza, a tua alegria,

tudo teu me inspira

e tudo vira poesia!

 

 

 

VONTADE DE ESCREVER POESIA

José Infante Néto

 

Essa louca vontade,

essa verdadeira mania,

de colocar no papel certas verdades,

seja noite ou seja dia,

seja belo ou já nem seja,

que tudo seja poesia!

Ah... Eu amo a minha musa! Boa terça a todos! VaLeU!



Escrito por Aqueta às 08:59
[ ] [ envie esta mensagem ]



Restauração

Oi! Essa poesia fala de algo interessante. A maioria dos casais concorda que para que um relacionamento seja duradouro é preciso que haja diálogo entre os parceiros. Bem, eu diria que sim, porém, após o diálogo, é necessário haver atitude. Só a conversa pode não resolver...

 

RESTAURAÇÃO

José Infante Néto

 

Restaurar a alegria dos teus lábios

e encontrá-los junto aos meus,

penetrar na tua alma,

desfazer os medos teus!

 

Restaurar o brilho dos teus olhos

e o teu prazer de viver,

é o anseio de minh’alma,

é o que quero acontecer!

 

Bom dia! Boa segunda! VaLeU!

 



Escrito por Aqueta às 10:32
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]