Histórico
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 23/07/2006 a 29/07/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 20/11/2005 a 26/11/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Apenas Meus Poemas
 Blog do Tubão
 Blogless
 Cantinho da Carol
 Cantinho de uma Mente Perturbada
 Daniela
 Diário da Tina
 Elegias & Tristes Poesias
 Escrevinhadores
 Fala Poética
 Força do Amor
 Idéias Grafadas
 Jacqueline
 Kall
 La Vie en Rose
 Letras Descompassadas
 Mata Hari & 007
 Meio da Ponte
 O Mundo de Penélope Charmosa
 Pequenos Textos Bucólicos
 Perfumaria
 Pétalas de Mulher
 Poemeu
 Scarface Sampa
 Semeando Palavras
 Templo das Almas
 Tristes Elegias
 Vale da Solidão
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
 
Poemas, Poesias e Elegias - Tomo I


Coletânea

Ah, se eu reunisse todos os poemas que fiz para ela um dia...

SOMOS ASSIM

José Infante Néto

 

É assim...

Uma mesma respiração,

um mesmo sonhar,

um mesmo coração,

um mesmo caminhar...

 

É assim...

Um mesmo querer,

um mesmo pensar,

um mesmo viver,

um mesmo amar...

 

Somos assim...

 

 

ALGUNS MOMENTOS

José Infante Néto

 

Em alguns momentos,

que não controlamos nossos sentimentos,

nossos olhares se cruzam

e tudo pode acontecer...

 

Em alguns momentos,

quando extravasamos nossos sentimentos,

nossos corpos se misturam

e somos um até o amanhecer...

 

REDONDAMENTE SOZINHO

José Infante Néto

 

Viver Caminhando sozinho,

sem o teu amor e o teu carinho,

é o mesmo que estar no cantinho

de um círculo bem redondinho.

Como círculo não tem cantos

não vivo sem teus encantos!

 

MUSA

José Infante Néto

 

Desde quando te vi

e me apaixonei,

todos os versos que escrevi

a você dediquei,

pois da força desta paixão

brotou eterna inspiração.

 

Intensificou-se da Lua o brilhar

e todas as manhãs novo Sol vem raiar.

É o amor que em meu coração veio habitar,

tornando nosso viver singular

 e ainda encheu de melodia

cada verso de poesia.

 

Musa inspiradora,

motivo maior da canção,

despertas a força criadora

dos desejos do coração.

És mais que versos do trovador,

és o meu verdadeiro amor.

Um bom final de semana para todos!



Escrito por Aqueta às 08:30
[ ] [ envie esta mensagem ]



Busca pelo amor

Gente, cometi uma pequena gafe, mas tenho que agradecer a Kiki http://petalasdemulher.zip.net, que deixou um comentário e me alertou para isso. É que eu comentei sobre o meu site só de poemas tristes e não coloquei o link (como se alguém fosse se importar, mas a Kiki se importou...). Bem, o site é o Elegias e Tristes Poesisas, que se encontra na relação aí do lado, e o link é http://elegias.blig.com.br.

Vamos ao poeminha de hoje:

BUSCA PELO AMOR

José Infante Néto

 

Meus olhos não precisam te ver

para meus braços desejarem te ter

e meu corpo todo se estremece

quando você aparece.

 

Indescritível sensação

que supera a emoção,

faz disparar o coração

e é mais forte que a razão.

 

Eu buscava, como um sonhador,

procurando sem saber bem o quê.

E essa busca, pelo amor,

terminou quando encontrei você!

Boa semana!

Continuamos em greve, não sei quando volto...



Escrito por Aqueta às 10:13
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]