Histórico
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 23/07/2006 a 29/07/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 20/11/2005 a 26/11/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Apenas Meus Poemas
 Blog do Tubão
 Blogless
 Cantinho da Carol
 Cantinho de uma Mente Perturbada
 Daniela
 Diário da Tina
 Elegias & Tristes Poesias
 Escrevinhadores
 Fala Poética
 Força do Amor
 Idéias Grafadas
 Jacqueline
 Kall
 La Vie en Rose
 Letras Descompassadas
 Mata Hari & 007
 Meio da Ponte
 O Mundo de Penélope Charmosa
 Pequenos Textos Bucólicos
 Perfumaria
 Pétalas de Mulher
 Poemeu
 Scarface Sampa
 Semeando Palavras
 Templo das Almas
 Tristes Elegias
 Vale da Solidão
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
 
Poemas, Poesias e Elegias - Tomo I


Sou excêntrico. Sim, eu sei disso, porque escuto isso desde que me conheço por gente, ou até antes disso. Minha mãe já me dizia isso quando eu estava na mais tenra idade (isso já faz algum tempinho hehehehe). Não nasci para ser uma cara normal. Sou meio artista. Escrevo poesias, sou músico, mestre de cerimônia (até gostam da minha voz). Mas não entendem isso. Não me entendem. Não entendem essa minha necessidade e ficam me podando. Eu tenho que ser um cara "quadrado" casa-trabalho-casa. Aí vem a frustração e eu não tenho vontade de fazer nada. Não tenho vontade de brincar com os meus filhos, de sair para lugar nenhum, de ver ninguém. Só quero ficar quieto no meu canto. Será que existe mais alguém que sinta isso? Será que mais alguém se sente assim? Um pássaro de asas cortadas?

MORTE DA POESIA

José Infante Néto

 

Hoje não tem poesia,

não tem versos de amor.

A musa se desfez em dor,

transformou em agonia

restos de um coração

de um poeta sonhador.

 

Hoje não tem trovas de amor,

nem versos de alegria.

Nos restos de um coração sofredor,

não nasce mais a magia,

apenas reina a solidão,

um vazio que já o fizera escritor...

 



Escrito por Aqueta às 08:48
[ ] [ envie esta mensagem ]



AINDA ESTOU VIVO!!! Sobrecarregado, mas vivo! Cansado, todavia vivo! Escravizado, porém VIVO!!! Não me esqueci de ninguém, mas o tempo tem me faltado. Eu prometo a vocês que, assim que puder, vou colocar internete lá em casa. É que o meu computador está precisando de uns reparos também, aí a coisa complica (financeiramente falando). Bom, amanhã é feriado e eu não podia deixar isso aqui abandonado tanto tempo...

SER MUSA

 

No coração do poeta és musa.

És mulher,

inspira-lhe as canções.

Isto basta.

Se nasceste nesta época,

pouca diferença faz.

És Ninfa,

perseguida pelos mortais,

alcançada pelos versos,

só vislumbrada em sonhos.

No entanto,

são nos versos,

nestes "retratos grafados”,

que o poeta te persegue em estrofes

e te faz musa...

e te transforma em fada...

e te eleva à deusa...

 



Escrito por Aqueta às 09:00
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]